O QUE FAZ UM BOM INSTRUTOR?


Antes de discutir quais são as qualidades e habilidades que fazem um bom instrutor, é preciso primeiro reconhecer o quão difícil esta profissão de treinador realmente é. É uma ocupação que geralmente é feita em um aquário público. Em outras palavras, se você é treinador, então você está em uma posição altamente visível que continuamente te expõe a análise e avaliação do público.

Quando se trata de julgar o seu desempenho como instrutor, todo mundo parece ser um especialista e ter as “qualificações” para criticar você. Ser treinador é também um daqueles trabalhos onde a sua eficácia profissional é quase sempre medida por algo que muitas vezes está totalmente fora de seu controle: ganhar e perder.

Portanto, agora vamos dar uma olhada no que faz realmente um bom instrutor .

Se você é um atleta equestre, então o que segue vai te ajudar a avaliar o seu instrutor. Vai lhe dar algumas informações valiosas que lhe permitirá avaliar de forma mais inteligente como o seu instrutor se dirige em relação a você e seus companheiros de equipe. Frequentemente é muito difícil para um atleta realmente saber se há algo de errado com ele ou com o seu treinador.

Se você é pai ou mãe de um atleta, irá ajudá-lo a ter uma boa idéia do que buscar em um treinador para o seu filho. Como é que os melhores treinadores se comportam? Como é que eles tratam os seus atletas? Como eles interagem com você, como pai? Como eles lidam com ganhar ou perder? Como é que os melhores treinadores lidam com erros e falhas? Os pais precisam ser educados, da melhor maneira possível, sobre o esporte e o treinador do seu filho, a fim de ajudá-lo a ter a melhor e a experiência mais feliz possível.

Se você é um treinador, então esse vídeo vai te ajudar a ter uma melhor noção de como se conduzir nesta profissão da melhor maneira possível. Você vai aprender quais comportamentos e características que melhor motivam e inspiraram os seus alunos. Como é que os grandes mestres realmente se comportam? O que fazem essas pessoas tão bem sucedidas? O que você pode aprender com eles que vai te ajudar a se destacar na sua carreira?

O que faz um bom treinador?

# 1) Os melhores treinadores fazem com que os seus atletas acreditem em si mesmos. Bons treinadores inspiraram os seus alunos a fazerem mais do que eles pensam que podem. Na verdade, todos os bons professores fazem isso. Bons treinadores sempre constroem a auto-estima, em vez de miná-la.

# 2) Os treinadores realmente eficazes não usam o embaraço e humilhação como “ferramentas de ensino” – eles entendem que embaraçar ou humilhar um atleta por um erro é um ataque agressivo em que não vai ajudar o atleta a construir uma mentalidade forte ou melhorar o seu desempenho! Não há NADA educacional ou construtivo sobre isso. Isso derruba o atleta e grosseiramente prejudica a sua auto-estima e também cria problemas de desempenho.

# 3) Grandes treinadores são grandes professores de Vida – um bom treinador entende que o que ele está ensinando vai muito além do bê a bá do esporte. Este tipo de treinador não apenas ensina as habilidades, técnica e estratégia dentro do esporte. Ele procura oportunidades em que as lições de vida mais importantes podem ser ensinadas, como a de dominar as dificuldades, recuperar-se de falhas e contratempos, confiar em seus companheiros de equipe, lidar emocionalmente com ganhar e perder, desportivismo, fair play, perseverança, honestidade, integridade…

# 4) Bons treinadores entendem que o esporte é apenas um jogos e que eles são meramente um veículo para ensinar os seus encargos e outras importantes lições de vida. Eles entendem que o que ensinam e como eles ensinam vai ter um impacto sobre o aluno que vai muito além do esporte.

# 5) Grandes treinadores NÃO DEIXAM seu ego e auto-estima ficarem amarrados no resultado – os melhores treinadores são mentalmente saudáveis o suficiente para saber que eles não são os seus resultados, independentemente do que os outros ao seu redor possam dizer. Eles não se sentem diminuídos como indivíduo quando seus alunos falham e nem se sentem superiores quando os seus alunos têm sucesso. Essas pessoas entendem que treinar é apenas uma das coisa de muitas que eles fazem e, portanto, eles não deixam que uma coisa apenas os definam como pessoa.

# 6) Grandes treinadores compreendem as diferenças individuais dos atletas – os melhores treinadores têm uma compreensão básica de que cada atleta em sua equipe é diferente na atitude, personalidade, capacidade de resposta, sensibilidade e como eles lidam com as críticas e adversidades. Estes treinadores buscam conhecer as diferenças e estilos individuais de cada aluno. Eles, então, sabem exatamente como lhe dar com cada aluno para alcançar a eficácia máxima do treinamento. Eles sabem que enquanto um atleta pode responder bem a uma voz alta e uma abordagem dura, esta mesma abordagem pode levar outro totalmente para baixo.

# 7) Os melhores treinadores treinam a pessoa, não apenas o ATLETA – treinadores realmente eficazes se preocupam em conhecer o atleta como pessoa. Eles tem interesse na vida do atleta fora da pista. Eles não vêem problemas pessoais, acadêmicos ou sociais como uma distração para o treinamento. Eles vêem “problemas externos” como uma oportunidade para continuar a construir um relacionamento com o atleta. Treinadores que tem interesse na vida do atleta como um todo são mais confiáveis e respeitados do que aqueles que não o fazem.

# 8) Os melhores treinadores são flexíveis – eles procuram a melhor maneira de ensinar para cada atleta. Se uma abordagem não funciona para um, então ele tenta outra até que ele descubra a melhor maneira de ensinar esse atleta em particular. Treinadores que são rígidos, que adotam a atitude “é do meu jeito e pronto” são muito menos eficazes do que aqueles treinadores que têm dominado a arte de ser flexível.

# 9) Os grandes treinadores são grandes comunicadores – eles entendem que a comunicação é uma via de mão dupla e envolve uma ida e volta entre treinador e atleta. Maus treinadores pensam que a comunicação é uma via de mão única. Só ele fala e os atletas ouvem. Em vez disso, uma comunicação eficaz implica que você como um treinador deve ouvir cuidadosamente o que os seus atletas estão dizendo.

# 10) Bons treinadores preocupam-se em ouvir e educar os pais dos seus atletas – eles se comunicam regularmente com os pais e os educa sobre o esporte e sobre a importância do papel deles . Um bom treinador faz com que os pais trabalhem com ele, e não contra ele. E A única maneira de fazer isso é aprender a ouvir as suas preocupações e perguntas. Assumindo com eles um papel pró-ativo e não defensivo.

# 11) Bons treinadores são exemplos para os seus alunos, e sabem da importância de serem congruente no que dizem e como agem. Sua mais poderosa ferramenta de ensino é a modelagem. Eles operam a partir do princípio de que as suas ações e a maneira como eles se comportam vai falar muito mais alto do que as suas palavras, portanto, eles adotam ativamente os comportamentos e atitudes que eles querem que os seus alunos tenham sempre.

# 12) Bons treinadores MANTEM O AMBIENTE DE APRENDIZAGEM emocionalmente seguro – eles entendem que o clima emocional na equipe afeta dramaticamente o desempenho. Eles sabem lidar diretamente e imediatamente com o bullying, ostracismo e ciúmes que às vezes surgem entre os seus alunos. Eles passam de forma muito clara que a crueldade e maus tratos dos outros não serão tolerados e são contra o espirito da equipe. Como consequência esse tipo de treinador cria uma atmosfera de segurança entre o seus alunos que é absolutamente crucial para o aprendizado ideal e o máximo desempenho.

# 13) Grandes treinadores desafiam continuamente seus atletas para fazerem o seu melhor e ultrapassarem os seus limites – eles inspiraram seus atletas a acreditarem em si mesmos é continuamente os colocam em situações que desafiam suas crenças limitantes. Eles fazem isso empurrando os seus atletas para fora de sua zona de conforto, fisicamente, mentalmente e emocionalmente. E em seguida os ajudam a descobrir que na verdade eles podem fazer melhor do que eles acreditavam primeiramente que podiam. Eles ensinam que a única maneira de crescer fisicamente e emocionalmente é desafiar-se constantemente para fazer coisas que não são fáceis.

# 14) Os melhores treinadores CONTINUAMENTE desafiam-se – eles continuamente adotam as atitudes e os comportamentos que eles querem que os seus alunos tenham. Eles entendem que independentemente de terem sucesso, eles sempre buscam aprender maneiras novas e melhores. Desta forma, estes treinadores estão continuamente fora de sua zona de conforto como “especialistas” e colocam-se constantemente na posição de aprendiz.

# 15) Os melhores treinadores são apaixonados pelo que fazem – estes treinadores sabem que a paixão é o melhor combustível para superar os obstáculos e lhe dar com os contratempos e frustrações . Sua paixão é contagiante, motivacional e inspiradora.

# 16) Bons treinadores são honestos e comportam-se com integridade – eles sabem que a sua mais poderosa ferramenta de ensino como um treinador é a modelagem. Eles são honestos e demonstram caráter e classe em tudo que fazem.

# 17) Os melhores treinadores sabem da importância do esporte ser divertido para os seus atletas – eles encontram formas criativas para integrar este divertimento ao longo da temporada, em uma base diária na prática e durante as competições. Quando um atleta está desfrutando do esporte ele está solto e relaxado. Estar solto e relaxado são ingredientes super importantes para um alto desempenho.

# 18) Bons treinadores não são defensivos em suas interações com seus alunos ou os pais – eles entendem que para serem um bom comunicador é preciso estar aberto ao feedback negativo e as críticas, pois aí que estão as sementes para se tornar um melhor treinador.

# 19) Grandes treinadores usam erros e fracassos como oportunidades valiosas de ensino para os seus atletas – eles sabem que seus atletas precisam estar relaxados e soltos para desempenharem o seu melhor, e que o medo de errar sempre mina o estado relaxado. Por isso, os bons treinadores permitem que seus atletas falhem e cometam erros. Eles ensinam aos seus alunos que os erros e falhas nada mais são do que um feedback sobre o que você precisa fazer diferente da próxima vez. Um dos maiores erros que treinadores cometem é ficar com raiva e impaciente com seus atletas quando eles se atrapalham ou falham.