MONTAR É 80% MENTAL E 20% FÍSICO

MONTAR É 80% MENTAL E 20% FÍSICO

Esporte equestre é uma das poucas áreas de competição e recreação onde existe uma íntima e direta interação entre dois seres vivos, com sistemas nervosos independentes, onde ocorre uma complexa ligação entre os pensamentos e sentimentos do cavaleiro com o comportamento do cavalo. Há quem diga que montar é 80% mental e 20% físico. Independente da modalidade equestre, cavaleiros de todos os níveis, principalmente os que competem constantemente são afetados por preocupações e sentimentos como nervosismo, medo, angústia e frustração. E isso geralmente atrapalha o Continue lendo

O QUE FAZ UM BOM INSTRUTOR?

O QUE FAZ UM BOM INSTRUTOR?

Antes de discutir quais são as qualidades e habilidades que fazem um bom instrutor, é preciso primeiro reconhecer o quão difícil esta profissão de treinador realmente é. É uma ocupação que geralmente é feita em um aquário público. Em outras palavras, se você é treinador, então você está em uma posição altamente visível que continuamente te expõe a análise e avaliação do público. Quando se trata de julgar o seu desempenho como instrutor, todo mundo parece ser um especialista e ter as “qualificações” para criticar Continue lendo

VOCÊ SE PREOCUPA DEMAIS COM O QUE OS OUTROS PENSAM?

VOCÊ SE PREOCUPA DEMAIS COM O QUE OS OUTROS PENSAM?

O que os outros pensam! Porque nos preocupamos tanto com o que os outros pensam? Obviamente que as razões podem ser variadas, mas de qualquer forma pode ser bom se preocupar. Se preocupar com que os outros pensam significa que você é uma pessoa sensível e empática e quer tanto o melhor para você quanto para as pessoas à sua volta e isso é realmente uma qualidade admiradora. Agora o lado ruim é quando essa preocupação começa a te atrapalhar, atrapalhar sua vida, atrapalhar a sua Continue lendo

ANTHONY ROBBINS, COACH ESPORTIVO E ALTA PERFORMANCE

ANTHONY ROBBINS, COACH ESPORTIVO E ALTA PERFORMANCE

Eu tenho acompanhado o trabalho de Anthony Robbins que é um famoso coach, escritor e palestrante motivacional, e fiz esse vídeo onde falo da abordagem dele aplicada ao coach esportivo. Ele é um dos responsáveis pela popularização da Programação Neuro-Lingüística (PNL). Realiza palestras sobre técnicas que permitem utilizar os recursos de comunicação interna e externa ao indivíduo de forma mais eficiente. Se quiser saber um pouco mais sobre Programação Neurolinguística esse livro dele é fantástico! Você pode comprar online. Só clicar na imagem do livro que você será direcionado para a Livraria Saraiva (onde estava Continue lendo

GERENCIANDO SEU ESTADO DE COMPETIÇÃO

GERENCIANDO SEU ESTADO DE COMPETIÇÃO

Quando se trata de competição, ou de performance em situações de grande pressão, ser capaz de gerenciar o seu estado emocional é crucial no esporte, já que o estado ótimo de competição se refere à habilidade de manter o seu coração dentro de um certo ritmo – um ritmo que assegure que estamos fisicamente e mentalmente dando o nosso melhor. Obviamente, a variação desse ritmo depende do esporte em questão, mas o que sabemos é que estamos sempre buscando um ritmo cardíaco abaixo de 120 Continue lendo

MENTALIDADE COMPETITIVA DE SUCESSO

MENTALIDADE COMPETITIVA DE SUCESSO

No mês passado, no post “Se Meredith não aguentou a pressão, imagina nós! Então o que fazer?”, mencionei um processo de cinco passos que uso com os meus clientes de coach. O primeiro deles envolve o desenvolvimento de uma “mentalidade de competição”, algo que é muitas vezes ignorado quando criamos e implementamos um plano para a preparação e o dia da competição. Criar e otimizar uma mentalidade competitiva de sucesso é muito mais do que ter uma “boa atitude”. É a respeito de criar um Continue lendo

QUAL É A MELHOR MANEIRA DE SUPERAR A ANSIEDADE E CONTINUAR MONTANDO NORMALMENTE DURANTE UMA COMPETIÇÃO?

QUAL É A MELHOR MANEIRA DE SUPERAR A ANSIEDADE E CONTINUAR MONTANDO NORMALMENTE DURANTE UMA COMPETIÇÃO?

Essa semana eu recebi essa pergunta: Como faço para não ficar tão ansiosa e conseguir continuar montando normalmente quando estou em competições? R. Um dos grandes benefícios da competição é que ela já está marcada em seu calendário e você sabe que está próxima, então você pode de fato se preparar! Há muita coisa que você pode fazer para superar a ansiedade antes e durante a competição, e tudo isso tem haver com a sua habilidade de controlar o seu foco e seu estado emocional. Continue lendo

O PODER DA VISUALIZAÇÃO

O PODER DA VISUALIZAÇÃO

Durante os jogos olímpicos Rio 2016 presenciamos uma linda disputa de atletas pelo lugar mais alto do pódio.  Tivemos a oportunidade de ver atletas extremamente talentosos e fisicamente dotados, atletas que se dedicaram e treinaram arduamente, os melhores dentro do seu esporte. Vimos o Estados Unidos conquistar 121 medalhas, quase o dobro da Inglaterra, segunda colocada no quadro de medalhas. Acredito que esse sucesso se deve ao grande investimento que é feito no esporte e também ao uso de uma ferramenta muito poderosa: a visualização.  Continue lendo

SE MEREDITH NÃO AGUENTOU A PRESSÃO, IMAGINE NÓS! ENTÃO O QUE FAZER?

SE MEREDITH NÃO AGUENTOU A PRESSÃO, IMAGINE NÓS! ENTÃO O QUE FAZER?

Saber lhe dar com a pressão pode ser difícil até mesmo para cavaleiros e amazonas que convivem constantemente com ela. Durante a Olimpíada Rio 2016, na final individual da modalidade salto do hipismo, a experiente amazona Alemã, Meredith Michaels-Beerbaum, errou no primeiro salto, o que a deixou totalmente fora da disputa por medalha.  E logo após a competição ela fez a seguinte declaração : “ Eu acho que, olhando para trás, eu só queria muito. Eu estava pensando em outras coisas, não havia espaço para uma Continue lendo

LIÇÃO DE CONCENTRAÇÃO DO 21 VEZES MEDALHISTA OLÍMPICO MICHAEL PHELPS

LIÇÃO DE CONCENTRAÇÃO DO 21 VEZES MEDALHISTA OLÍMPICO MICHAEL PHELPS

Muitos atletas, erroneamente, focam nos seus adversários. O melhor exemplo disso aconteceu nas semifinais e finais de Michael Phelps nos 200m borboleta, contra o nadador Sul Africano Chad Le Clos Le Clos superou Phelps em 2012, nas olimpíadas de Londres, com um dos mais sofridos sprints que já se presenciou na história da natação. Como intenso competidor, podemos supor que Phelps usou a dor de sua derrota nos últimos quatro anos para estimulá-lo ainda mais do que nunca em seu treinamento Antes da prova da Continue lendo